Em união inédita, ABCASA, ABIMAD e ABUP fazem pleito para governo federal adotar medidas prioritárias para o setor

O mundo está em crise por conta da pandemia do novo coronavírus que avança pelos sete continentes. É preciso proteger a população. É preciso garantir a manutenção de empregos e continuidade dos negócios. Por isso, numa parceria inédita e símbolo da união necessária no momento, ABCASA, ABIMAD e ABUP juntam-se com um só objetivo: garantir a estabilidade dos setores de artigos para casa, alta decoração, móveis, presentes, utilidades domésticas, festas, flores e têxtil.

Em prol das mais de 900 empresas que juntas representam, os 10 milhões de empregos diretos e indiretos gerados e os R$ 90 bilhões de participação na economia brasileira por meio de 180 mil estabelecimentos comerciais, as três entidades, juntas, encaminharão ao ministro da Economia, Paulo Guedes, ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e ao secretário de Economia do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, um pleito emergencial para a adoção de medidas prioritárias relacionadas aos setores.

As solicitações são as seguintes:

1 – Articulação junto aos órgãos competentes para instituição de benefício previdenciário, visando garantir uma licença de colaboradores por até 90 dias, remunerada pelo INSS;

2 – Possibilidade de livre negociação entre empresas e empregados, com validade de acordos entre si, para suprir as demandas eventuais;

3 – Criação de linhas de crédito de capital de giro junto a bancos para suprir o fluxo de caixa das empresas, com benefícios de carências e taxas incentivadas de longo prazo;

4 – Concessão de carência para pagamento dos tributos que hoje são objeto de parcelamento pelas empresas do setor, oriundos de acordos pregressos;

5 – Parcelamento dos valores devidos a título de tributos federais, notadamente as Contribuições Previdenciárias em geral, incidentes sobre a folha de pagamento e remunerações, IR, PIS, COFINS, CSLL e IPI, mediante pagamento de valor equivalente a 30% do saldo apurado no período a título de entrada e saldo financiando em 60 parcelas, com apenas a adição da SELIC ou até outras formas compensatórias.

Assinam o documento Eduardo Turqueto, presidente da ABCasa, Michel Otte, presidente da ABIMAD, e Jamil Rima, presidente da ABUP.

Aliado a isso, as entidades disponibilizarão conteúdo para ajudar os profissionais do setor a passar por esse difícil momento, além de utilizar as respectivas redes sociais para atualizações sobre o cenário atual e conquistas alcançadas.Juntos, enfrentaremos a crise e venceremos a batalha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.